Tangram desenvolve os conceitos matemáticos

A história da matemática pode oferecer contribuições ao processo de ensino aprendizagem, aproximando os alunos do conteúdo e tornando o aprender mais produtivo. Para estimular e fixar a aprendizagem, os alunos do Ensino Fundamental participaram de um projeto de estudo com uso do Tangram.

O antigo jogo chinês consiste na formação de figuras e desenhos por meio de 7 peças (5 triângulos, 1 quadrado e 1 paralelogramo). Da China, o quebra-cabeça se espalhou por toda a Ásia, Europa e América, tendo sido, inclusive, fonte de inspiração para a criação de muitos outros tipos de brinquedos.

O projeto criado pelo Colégio Brasilis utilizou o Tangram como recurso pedagógico para desenvolver diversos conceitos matemáticos tais como áreas, figuras equivalentes, ângulos, arestas, vértices, etc. Na atividade interdisciplinar, os alunos puderam estabelecer relação entre Matemática e Artes Visuais, explorando o manuseio e a observação das figuras geométricas, diferentes possibilidades de uso de cores e apreciação de história.

Para iniciar as atividades, as classes assistiram a um vídeo sobre a história do Tangram. Em seguida, as crianças confeccionaram seus próprios jogos e realizaram atividades práticas de montagem. Os alunos montaram as mais diversas figuras com as peças do quebra-cabeça.

Lenda

O Tangram existe há muitos séculos no Oriente, mas não se sabe ao certo a data de seu surgimento. Segundo a lenda chinesa, um imperador quebrou um espelho e, ao tentar juntar os pedaços e remontá-lo, percebeu que poderia construir muitas figuras com seus cacos. 

 

 

 

previous arrow
next arrow
previous arrownext arrow
Slider

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *