Colégio Brasilis anuncia terceira unidade escolar, em Cezar de Souza

As obras da terceira unidade do Colégio Brasilis em César de Souza já estão na fase final. As aulas terão início em 1º de Fevereiro de 2016, com as turmas da Educação Infantil e do Ensino Fundamental. As matrículas estão abertas e as informações podem ser obtidas pelos telefones 4724-9090, 4722-4100  e 4723-8789, ou pelo site www.colegiobrasilis.com.br.
O Ensino Médio continuará com turmas na Unidade II, no Alto do Ipiranga.

“Já tínhamos a intenção de abrir uma unidade do Brasilis em César de Souza, que é um distrito que cresceu muito nos últimos anos por ser o vetor mais ativo da expansão urbana de Mogi além de ter  uma população considerável. Será um imenso prazer poder levar  o  serviço de qualidade, tradição e competência da equipe do Colégio Brasilis, aos moradores do distrito e  bairros vizinhos. Também concebemos essa nova unidade, pensando nos pais que hoje atravessam o município para levar os seus filhos para a unidades do Alto do Ipiranga e da rua Braz de Pina”, disse Silvino Melo, diretor administrativo do Colégio Brasilis. 

A nova unidade irá funcionar no prédio da antiga academia Marbor, na Avenida Francisco Rodrigues Filho, 3.900, no encontro com a  Avenida Ricieri José Marcatto, em César de Souza. O espaço está sendo totalmente reformado e preparado para receber as atividades escolares. O imóvel tem 5 mil m² de área de terreno e  3 mil m² de construção.

Além das 14 salas de aula, a unidade contará com três quadras (sendo duas cobertas e uma de tênis e poliesportiva ao ar livre), duas  salas-laboratório de Inglês Avançado,  suporte para o programa de dual diploma Smart High School , laboratórios de ciências, informática, biblioteca, sala de multimídia, pátios, cantina e refeitório, além do suporte para administração escolar. 

A unidade também contará com uma baia de acesso para o embarque e desembarque dos alunos. A expectativa é gerar pelo menos 86 empregos diretos com o funcionamento pleno da nova unidade.

“É importante ressaltar a interação entre as unidades da Vila Victoria, Alto do Ipiranga e César de Souza. Os alunos desta nova unidade, poderão usufruir das estruturas das demais, e vice-versa, além do Sítio Terra Brasilis”, detalhou o diretor.

O sítio tem área de estudo, lazer, recreação e eventos com 15 hectares de área inserida em uma paisagem exuberante, pela flora e fauna às margens da Represa do Rio Jundiaí, no km. 63 da Mogi-Bertioga.

 O local é equipado com casa sede, piscina, quadra, campo de futebol, amplo salão para atividades e encontros de estudo e lazer, com capacidade para 400 pessoas, capela, churrasqueiras, pista de ciclismo, caminhada e corridas com 2,3 mil metros de extensão, horta, plantações e  pomar,  e outros ambientes, com aves e criação, que tornam o passeio monitorado dos alunos,  sempre muito agradável.

História
A história do Colégio Brasilis teve início com o trabalho da professora e educadora Heloisa Melo, há mais de 40 anos na  pré-escola Cebolinha. Mais tarde, com a implantação do Ensino Fundamental, a instituição passou a se chamar Colégio Bandeirantes, um tributo aos bravos paulistas, muitos deles mogianos, que conquistaram o Brasil para os brasileiros.

Em meados de 2007, em meio à globalização e a internet as distâncias diminuíram e as escolas com o mesmo nome passaram a disputar o mesmo espaço na web e, principalmente, o direito de uso do nome, ocorrendo confusão e choque de interesses.

Diante desta nova realidade, a direção optou por adotar o nome Brasilis, que carrega, ainda que subliminarmente, a ideia de que, do mesmo modo que os esforços de nossos antepassados para construir a nossa Pátria, a Terra Brasilis, também o Colégio Brasilis, é fruto do nosso trabalho conjunto de educadores, verdadeiros "bandeirantes", de um novo tempo e de novas gerações.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.